quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Pacientes com psoríase tendem a apresentar mais disfunção sexual.

Levantamento recente com pessoas portadoras de psoríase, mostrou que há um risco maior para que eles se queixem de disfunção sexual, sendo a impotência sexual uma delas. Um dos fatores que aumenta o risco para que isso ocorra, é a presença de lesões de psoríase na região genital. Mulheres costumam responder melhor aos tratamentos que podem devolver qualidade para a vida sexual. Clique aqui e leia matéria divulgada pela Med Page Today.

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Obesidade pode aumentar o risco de incontinência urinária na mulher jovem.

Estudo mostra que mulheres jovens e de meia idade que se apresentam com peso acima do normal, tendem a sofrer mais do quadro de incontinência urinária. A obesidade dobra o risco do aparecimento desse tipo de problema em mulheres acima do peso, quando comparadas com mulheres com pesos dentro dos limites de normalidade. Esses dados são importantes para que se fique alerta ao peso das mulheres, principalmente se começam a apresentar queixas de controle da urina. Clique aqui e leia a matéria publicada pela Reuters.

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Falta de sal no corpo favorece à formação de pedras nos rins.

A falta de sal no corpo, condição médica denominada de hiponatremia, favorece à formação de cálculos (pedras) nos rins. Baixos níveis de sal na corrente sanguínea faz o corpo eliminar mais cálcio pela urina, mas a verdadeira causa para um maior risco de formação de cálculos renais é desconhecida.
A queda do sal no organismo também favorece às situações de osteopenia e fraturas ósseas. Condições que favorecem à hiponatremia são: ingesta errada de líquidos (seja muito ou pouco), diarreia e vômitos frequentes, doenças endocrinológicas que levam à produção inadequada do hormônio que regula a diurese (termo para produção de urina pelos rins) com a Doença de Addison, doenças renais, do fígado e insuficiência cardíaca são alguns exemplos. Leia a matéria completa sobre o assunto, clicando aqui.

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

PSA: uma ferramenta muito importante.

Novos estudos vêm mais uma vez comprovar a eficácia do exame de sangue PSA, em diminuir o risco de morte do homem por câncer de próstata. É muito importante que homens, principalmente os acima de 55 anos, façam anualmente a coleta de sangue para a dosagem do PSA. Além de diminuir também o risco de morte por complicações que o câncer de próstata causa. Clique aqui e leia o que o que foi publicado on line no Urology.

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Incontinência urinária na mulher.

Estudo evidencia que aproximadamente uma entre duas mulheres com 45 anos ou mais, perde urina com frequência.
Clique aqui para ler a matéria publicada pela Renal & Urology News.

terça-feira, 28 de agosto de 2018

Bebida alcoólica tende a tornar o câncer de próstata mais agressivo.

Um estudo divulgado pela Cancer Prevention Research (clique aqui para ler) notificou que a bebida alcoólica parece influenciar negativamente a evolução do câncer de próstata. Homens que começaram a tomar bebida alcoólica cedo e que tendem a ingerir mais de 07 doses por semana, tendem a apresentar uma forma mais agressiva do tumor na próstata. Cientistas no entanto não relacionam o hábito de ingerir bebida alcoólica ao aparecimento do câncer prostático.

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

A fertilidade do homem pode sofrer interferência pelo tipo de cueca que ele usa.

De acordo com um estudo divulgado pelo jornal Human Reproduction (clique aqui para lê-lo), o tipo de cueca que um homem usa interfere na contagem de espermatozoides produzidos. Homens que usam roupas íntimas mais folgadas, como as famosas samba-canção, apresentam uma contagem de espermatozoides maior do que aqueles que usam as mais apertadas, como as do tipo sunga.

quinta-feira, 26 de julho de 2018

Duplo J: associação de medicamentos promete alívio.

Só quem passa pela situação de ter que ficar com um cateter duplo Jota dentro do corpo, para garantir a perfeita passagem da urina dos rins para a bexiga, sabe como é incômoda essa situação.
Estudo publicado pela Renal & Urology News (clique aqui para ler) mostra que a associação de dois medicamentos, a solifenacina e a tansulosina, pode aliviar bastante o mal estar causado pela presença do cateter.