terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Transplante de testículos.

Cientistas informaram terem tido êxito no transplante de testículo entre irmãos gêmeos idênticos. Um deles nasceu sem os testículos e o objetivo da cirurgia foi permitir que houvesse a produção de testosterona e também permitir a reprodução no futuro, do irmão que nasceu sem os órgãos. Os cientistas informam que essa cirurgia não tem indicação para os casos de mudança de sexo.
Clique aqui e leia matéria divulgada pelo The New York Times

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Câncer de próstata e novas perspectivas.

Com a aprovação de novos medicamentos que podem ser ingeridos pela via oral em forma de comprimidos, pacientes que apresentam um câncer de próstata persistente, mas sem metástases (comprometimento de outros órgãos do corpo), têm vivenciado melhores resultados no controle da doença. Apalutamida, enzalutamida e darolutamida são algumas dessas novas drogas.

sexta-feira, 1 de novembro de 2019

NOVEMBRO AZUL! Prevenção do câncer de próstata.

Novembro é o mês de se fazer a campanha do câncer de próstata e você, homem, deve avaliar se já não é o caso de procurar um urologista, para fazer os exames preventivos que podem diagnosticar um câncer na próstata, que está lá quieto, silencioso.

Quem deve procurar um urologista?

1) Homens afrodescendentes acima dos 45 anos, já que nesse grupo a incidência da doença é mais frequente.

2) Homens acima dos 45 anos com histórico de câncer de próstata na família (pai, avô, irmãos, tios). Homens obesos, uma vez que a obesidade aumenta o risco para se ter câncer na próstata.

3) Homens sem antecedentes familiares e que não participam das situações citadas acima, após os 50 anos.

O que será feito?

Primeiro o urologista irá conversar com você, objetivando colher dados que possam já fazê-lo suspeitar da possibilidade do câncer estar presente. Irá perguntar sobre os seus hábitos de micção, avaliar a qualidade do jato de urina que você apresenta ao urinar e tentar descobrir algum antecedente de doença urológica.

Depois o urologista fará o exame físico e é nesse momento que ocorrerá o exame de próstata, através do toque retal, com a introdução do dedo pelo ânus.

E por último ele avaliará, e provavelmente solicitará, exames complementares: ultrassonografias, exames de sangue (PSA- Prostatic Specific Antigen), de urina e eventualmente uma Ressonância Magnética da próstata.



Ao final da consulta, nós urologistas na maioria das vezes já temos noção se é um caso suspeito, ou não, de câncer na próstata. Mas serão os exames complementares que permitirão nos orientar sobre o diagnóstico final. Então, não deixe de retornar em consulta com os exames, mesmo que você considere que os resultados foram normais (hoje em dia a maioria dos pacientes tem acesso aos resultados dos exames antes mesmo dos médicos).

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Médico otimista= paciente mais confiante!


Estudo comprova que um médico que se mostre confiante, otimista em relação ao tratamento proposto e expresse isso na fisionomia, tem pacientes mais confiantes na cura da doença. O estudo foi feito com estudantes que desempenharam o papel de médico e de paciente.
Clique aqui para ler a matéria divulgada pela NPR.

sábado, 5 de outubro de 2019

Tabagismo aumenta a recorrência do câncer de próstata.

Estudos acabam de evidenciar que homens que passaram pelo tratamento para erradicar o câncer de próstata e que são fumantes há dez, ou mais, anos, apresentam uma taxa de recorrência maior do tumor do que os homens não fumantes. O mesmo acontece quando são comparados com homens que fumam há menos de 10 anos. Clique aqui e leia matéria divulgada pela Renal & Urology News.

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Alternativas ao tratamento cirúrgico da próstata.

Quando estamos diante de um quadro benigno de crescimento da próstata, vem aumentando um posicionamento mais clínico dos urologistas quanto às formas de tratamento. Sabe-se que mudança de hábitos como perda de peso, dieta mais nutritiva, atividade física e eliminação de vícios são os que trazem os melhores e mais rápidos resultados quanto às queixas apresentadas pelo homem que sofre com o aumento benigno da próstata. A associação de medicamentos que melhoram o relaxamento do canal urinário dentro da próstata (alfa-bloqueadores e inibidores de PDE5) e bloqueiam o crescimento da próstata (bloqueador 5ARI) também melhoram e muito as queixas.

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Nozes, castanhas, melhoram o sexo em homem jovens.

Um estudo divulgado pela Medscape (clique aqui para ler) mostra que o consumo de nozes, amêndoas, castanha de caju, avelã, tende a melhorar a performance sexual de homens entre 18 e 35 anos, melhorando o desejo sexual e a qualidade dos orgasmos.
Embora o estudo tenha envolvido um número pequeno de voluntários, sem muito controle sobre a quantidade exata ingerida dos alimentos e sem ter muitas evidências do porquê da melhora, é fato que realmente as dietas acrescidas do uso regular desses produtos levou o grupo a referir essa melhora, quando comparado com o grupo com dieta sem o acréscimo.

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Infecções urinárias cada vez mais resistentes aos antibióticos.

Estudo recente e citado pelo New York Times (clique aqui para ler), divulga que os agentes infecciosos causadores das infecções urinárias estão cada vez mais resistentes aos antibióticos. Foi criado até um app para nortear médicos, que evidencia antibióticos que talvez já não tenham tanto efeito no tratamento. A E. coli, uma das bactérias mais comuns na causa da infecção urinária, já é resistente ao Bactrim, um dos antibióticos mais usados e também a outros 5 tipos frequentemente indicados ao tratamento da infecção.